Em entrevista

Governador Flávio Dino fala sobre decisão do Supremo de manter Bolsa Família no MA

 o governador Flávio Dino falou sobre a decisão do Supremo que impediu o corte do Bolsa Família, uma ação judicial do Governo do Maranhão e outros governos. Além disso, o governador falou sobre o pacote de medidas anunciado pelo presidente da República, atendendo reivindicações dos governadores de todas as regiões do Brasil. 

Uma delas foi a suspensão, por quatro meses, das dívidas que os estados tem com a União. “Não é uma anistia. Mas por quatro meses as parcelas não serão cobradas”, disse o governador Flávio Dino.

Bolsa Família no Nordeste

Sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal de suspender o corte do Bolsa Família feito pelo Governo Federal aos estados do Nordeste, o governador falou ser essa é uma medida inteligente. “Graças a Deus tivemos uma resposta a essa ação judicial, reivindicação dos governadores do Nordeste. O Supremo determinou que o Governo não corte o bolsa família de ninguém. Estamos atravessando momento de crise e essa é uma importante decisão neste momento”, finalizou o governador. 

Reforço na Saúde
Além disso, na videoconferência feita com os governadores, o presidente anunciou um reforço de R$ 8 bilhões para a saúde de todos os estados e municípios do Brasil. “Estamos aguardando o detalhamento e a apresentação dos projetos de concretização da agenda de cooperação federativa com Estados e Municípios. E desejamos que seja suprida a principal lacuna até aqui: garantia de renda básica a autônomos, informais, via fundos e bancos públicos”, afirmou Dino. 

Materiais Hospitalares
Durante a entrevista, o governador disse que os governadores apresentaram pedido ao Ministério da Saúde sobre a compra de materiais e insumos hospitalares. “O problema hoje é que não há quem venda e o Ministério da Saúde fez uma parceira com empresas brasileiras e internacionais e está agora aguardando máscaras e demais materiais”, afirmou o governador.