Hospital e Maternidade Dona Regina inaugura sistema de geração de energia solar

.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) inaugurou nessa quarta-feira, 9, no Hospital e Maternidade Dona Regina (HMDR) e em parceria com a Energisa – concessionária de energia do Tocantins – um projeto que visa à eficiência na produção de energia limpa, além de uma economia de aproximadamente 12% na produção de eletricidade. Em razão desta economia, investimentos em pesquisas e equipamentos modernos para a unidade poderão ser realizados. Isso acaba beneficiando não somente os pacientes, mas também os servidores do Hospital.

O diretor-presidente da Energisa Tocantins, Alessandro Brum, ressaltou que o papel da empresa não é apenas fornecer energia elétrica, mas também manter o compromisso social com a população tocantinense. “Esse projeto oferece segurança energética e ajuda o planejamento financeiro da unidade hospitalar, possibilitando, assim, investimentos que proporcionem um atendimento mais humanizado e sofisticado”, afirma.

O investimento faz parte do planejamento do setor de engenharia da SES, que desempenha um papel importantíssimo. "Além da economia com relação a energia elétrica mensal, passamos a investir em geração sustentável de energia limpa e renovável. Por meio dessa proposta, conseguimos aperfeiçoar não somente a estrutura do HDMR, mas também a qualidade de trabalho dos servidores e atendimento aos usuários da unidade", dispõe Rosemeire Duarte, diretora da Engenharia da SES.

“Oferecer melhorias nas condições de trabalho aos servidores e qualidade no atendimento à população tocantinense é uma das prioridades da Secretaria de Saúde do Estado. Como gestor, prezo pela qualidade no serviço prestado à sociedade e, parcerias como esta, que proporciona ao HMDR [Hospital e Maternidade Dona Regina], que é a maior referência em maternidade e cuidados com prematuridade no Tocantins, uma melhoria tão significativa não somente na estrutura, mas em todo corpo de servidores. São dignas de todo reconhecimento possível”, explica o secretário de Estado da Saúde, doutor Edgar Tollini.

“Para nós do HMDR foi uma alegria imensa, enquanto equipe, sermos incluídos nesse projeto, porque uma das maiores preocupações que cercam os servidores, é além da iluminação, a temperatura, principalmente nos ambientes em que há cuidados com bebês prematuro. Então, esse projeto realmente vai fazer uma diferença imensurável na atuação da equipe do Hospital Dona Regina”, pontua Débora Petry, diretora-geral do HMDR.

O projeto substituiu, na unidade hospitalar, 355 lâmpadas comuns por pontos de iluminação, onde foram instaladas lâmpadas de LED. Além disso, inclui a instalação de 152 painéis fotovoltaicos no telhado e a substituição de 23 ares-condicionados nos setores que apresentam maior tempo de funcionamento dentro da unidade, o que oferece um condicionamento ambiental interno mais adequado ao atendimento.