Palmas tem noite violenta com três mortes registradas pela polícia

Uma das vítimas chegou a ser socorrida, mas não resistiu. Nenhum suspeito foi preso até o momento.

Palmas teve uma noite violenta com pelo menos três mortes registradas pela polícia. Em um dos casos a vítima chegou a ser socorrida com vida, mas morreu no hospital. Os outros dois assassinatos aconteceram na madrugada desta sexta-feira (9). Nenhum suspeito foi preso até o momento.

A primeira morte foi durante a noite de quinta-feira (8), por volta das 20h40, na quadra 1.206 Sul. A vítima morreu ao dar entrada no Hospital Geral de Palmas.

O segundo assassinato ocorreu por volta de 1h15 em uma conveniência na quadra ACSU-SE 20, antiga 202 Sul. A PM informou que ao chegar no local encontrou um jovem de 26 anos caído e sem sinais vitais. A morte foi confirmada pelo Samu.

Segundo testemunhas, a vítima teria sido baleada por um homem vestindo uma jaqueta escura e calça jeans. A Polícia Civil esteve no local e a perícia foi realizada. Depois o corpo foi levado para o IML. Os militares ainda fizeram buscas pela região, mas não localizaram o suspeito.

A terceira morte ocorreu poucos minutos depois, por volta de 1h30, na Avenida Tocantins, no Jardim Aureny I. A vítima foi um homem de 36 anos. Um comerciante da região contou à polícia que estava no seu estabelecimento, quando ouviu pelo menos cinco disparos. Ele chegou a ver um suspeito de camisa branca correndo com a arma na mão.

O Samu esteve no local e constatou a morte. A perícia foi chamada e verificou que o homem tinha nove perfurações pelo corpo. A Polícia Civil também compareceu e a vítima foi levada para o IML.