Rainha diz que apoia decisão de Harry e Meghan e iniciará "período de transição"

Em comunicado, a monarca disse que respeita e entende o desejo do casal de "viver uma vida mais independente"

Palácio de Buckingham, em nome da rainha Elizabeth II, divulgou uma nota após o fim do encontro que discutiu o futuro da família real nesta segunda-feira (13). A reunião foi convocada pela monarca depois que o príncipe Harry e sua esposa, Meghan Markle, anunciaram que querem se afastar de seus papéis de membros seniores da realeza.

No texto, a rainha afirma que a discussão foi "muito construtiva" e que dará apoio ao desejo do neto. Conforme o comunicado, a família real concordou com um "período de transição", durante o qual o duque e a duquesa de Sussex dividirão seu tempo entre o Canadá e o Reino Unido. 

Além de avó e neto, a reunião teve a presença do príncipe Charles, herdeiro do trono, e do príncipe William, segundo na linha de sucessão.

Leia o texto completo:

"Hoje minha família teve discussões muito construtivas sobre o futuro de meu neto e de sua família. Minha família e eu apoiamos totalmente o desejo de Harry e Meghan de criar uma nova vida como uma família jovem. Embora preferíssemos que continuassem trabalhando como membros da família real em período integral, respeitamos e entendemos o desejo de viver uma vida mais independente.

Harry e Meghan deixaram claro que não querem depender de fundos públicos em suas novas vidas.  Ficou, portanto, acordado que haverá um período de transição em que os Sussexes irão dividir seu tempo entre Canadá e Reino Unido.

Estes são assuntos complexos para minha família resolver e existe muito trabalho a ser feito, mas eu pedi que decisões finais sejam tomadas nos próximos dias". 

O encontro ocorreu em Sandringham, na residência privada da rainha. Desde cedo, a imprensa marcou presença no lado de fora, para acompanhar os detalhes. Não foi confirmado se a duquesa, que atualmente está no Canadá com o filho Archie, participou da reunião por teleconferência.

Os detalhes de como Harry e Meghan terão uma nova vida separada da família real ainda precisam ser elaborados. O casal abriu mão do subsídio mensal, embora tenha expressado vontade de manter títulos como duques, proteção policial e uso do Frogmore Cottage, casa nos terrenos do castelo de Windsor, a oeste de Londres, cuja reforma foi paga com 2,4 milhões de libras (cerca de R$ 13 milhões) do tesouro.   

O anúncio de Harry e Meghan

A decisão do casal foi anunciado na última quarta (8). Segundo a imprensa britânica, foi uma surpresa para Elizabeth II, que disse a interlocutores não ter sido consultada. 

Em publicação no Instagram, o duque e a duquesa de Sussex, como são conhecidos formalmente, escreveram que querem se afastar de seus papéis de membros seniores da família real britânica e trabalhar por sua independência financeira. Eles tomaram a decisão após “muitos meses de reflexão e discussões internas”.