Vereadores pretendem mobilizar autoridades e população para discutir segurança pública.

A segurança pública no município de Estreito tem sido um fator preocupante para a população. Desta forma, automaticamente, torna-se tema de debate com relevância para os representantes do povo na Câmara Municipal.

A Câmara municipal através do Presidente Tavanes Firmo, tem buscado formas de melhorar situação da segurança do município, junto com os demais vereadores e prefeitura municipal através do prefeito Cícero Neco.

Preocupados com a segurança dos Estreitenses, os vereadores tem debatido formas, buscando autoridades para intervirem no caso. Para isso, os vereadores pretendem em breve realizar uma audiência pública para tratar do assunto.

O aumento da violência no município de Estreito é notório, e na visão do presidente da Câmara, Tavanes é necessária uma atuação conjunta dos Poderes para a resolução do problema. Tavanes vem buscando formas de aumentar do efetivo policial e a aquisição de novas viaturas.

Tavanes vem pedindo reforço para a segurança pública de Estreito e afirma que pretende se reunir com representantes da Polícia Militar na Capital São Luís para reivindicar mais viaturas e também mais policiais para o município.

O vereador destaca que mesmo diante da dificuldade, os policiais militares que atuam no município têm feito o máximo possível para garantir segurança da população. “Os índices de criminalidade têm crescido na cidade e nós precisamos de um reforço no efetivo policial para que a corporação consiga executar um melhor atendimento”, defendeu o vereador.

Além das viaturas, Tavanes também pedirá o apoio de deputados estaduais para trazer mais policiais militares para atuarem em Estreito. “Existe um problema de segurança em todo País sabemos disso só que aqui ainda tem solução e nós precisamos nos unir para resolver”, lembrou.

Na avaliação de Tavanes, a falta de policiamento ostensivo nos bairros de Estreito tem contribuído para o aumento da criminalidade. “Diante da crise econômica e do elevado índice de desemprego, nós precisamos de mais policiais nas ruas e também no patrulhamento. Creio que se tivermos mais policiamento nas ruas teremos menos problemas com a criminalidade”, finalizou Tavares Firmo.

 “Estamos com a intenção de realizar uma audiência pública. Assim, iremos vamos abordar a área geral da segurança, mostrando que o município de Estreito, por ser fronteira e eixo para várias direções e rico em estradas vicinais, necessita de um olhar especial por parte dos órgãos de segurança. Para mostrar a preocupação e mostrar ao Estado que Estreito precisa de ajuda, é necessária a realização de uma Audiência Pública, com a presença de representantes da Polícia Militar, Polícia Civil, Guarda Municipal, Ministério Público, Prefeitura Municipal e até mesmo Judiciário para que possamos todos juntos alcançar êxito nesse projeto” falou.

O Vereador também afirmou que através da Mesa Diretora da Câmara, vários setores da sociedade da cidade de Estreito e municípios vizinhos também serão convidados e mobilizados a participar dessa audiência. O objetivo é que participem da discussão autoridades municipais regionais e estaduais, Sindicatos, Associações, Comerciantes, OAB de Estreito, Imprensa e comunidade em geral.

O vereador Pedro Pacheco também demonstra preocupação. Para Pacheco, o objetivo é pensar na segurança pública como um todo, desde a educação promovida na família até o papel do poder público e da sociedade. “Acho que temos que pensar como um todo. Temos que pensar nas nossas famílias, como educamos nossos filhos é um dos princípios. Também a parte do poder público, o Governo do Estado e o Governo Municipal precisam fazer o seu papel. E nós como cidadãos também temos que fazer a nossa parte e a comunidade ver como pode colaborar com as autoridades com relação à segurança no nosso município” disse.

Para o vereador Amaral, Estreito está vivendo um período de calamidade na segurança pública, “precisamos mudar esse patamar, os moradores da nossa cidade estão virando reféns de tanta violência vivendo trancados nas suas casas”, indagou Amaral Vilar.

Os vereadores de Estreito estão atentos a essa situação e esperam que o representante do Estado olhe para Estreito, explicou que várias ocorrências policiais vêm assuntando os moradores e a comunidade está preocupada e pede mais segurança.

“A tranquilidade dos comerciantes dos bairros e da zona rural do município de Estreito tem sido interrompida diariamente por assaltos, esse é um assunto discutido em rodas de conversa pela comunidade o pavor se instalada pela Cidade de Estreito. Esses são os comentários diários que vem sendo citados de exemplos como assaltos a mão armada e muitos deles com extrema violência. Os moradores clamam por paz”, afirma o vereador Diney Noleto.

Câmara Municipal – Vereadores discutem sobre imposto municipal

Mais uma vez os vereadores de Estreito demonstraram preocupação e esforço na defesa dos interesses da população de Estreito. Na sessão realizada no último dia 24 foi discutido um tema importante para a população que é o refis (refinanciamento de imposto municipal) acerca de tributos do município de Estreito. Também foram feitas várias indicações de importância em prol do cidadão estreitense.

O vereador Pedro Pacheco usou a tribuna para expor questionamentos que segundo ele tem sido recorrente nas ruas. Ele disse que a câmara aprovou o refinanciamento de impostos municipal, diante da cobrança de tributos no município. Segundo ele os impostos são justos desde que sejam atendidas as indicações dos vereadores, pois a população precisa de benfeitorias para justificar tais cobranças. Vereador Joacy Espinola pediu parte da palavra para esclarecer que Pedro Pacheco tem razão, pois a câmara aprovou o refinanciamento e não aumento de qualquer imposto. Segundo ele, se a prefeitura está reajustada ou valorizando o valor venal dos imóveis isso deve ser resolvido com o executivo.

A vereadora Mariana solicitou ao Presidente da Câmara Municipal, vereador Tavane Firmo a convocação do responsável pelo setor de tributos para prestar esclarecimentos sobre estes casos que a população tem relatado. O presidente informou que já foi solicitado ao jurídico do legislativo que realize a convocação de quem é responsável pelos tributos, a fim de esclarecer as dúvidas da população. O vereador Pedro Pacheco disse que é necessário tais esclarecimentos, pois a população quer pagar os seus impostos, mas de forma adequada e justa. O vereador disse ainda que não exista desconfiança alguma, porém é necessário existir transparência para com o povo estreitense. Pedro Pacheco ainda realizou indicação referente à iluminação no estádio municipal, diante das competições e jogos que tem sido realizado a noite.

O vereador Diney Noleto apresentou indicação 047/2018, que pede à Superintendência Regional do DNIT a construção de barreiras de velocidade na BR010, próximo ao posto Minas Geral, com a finalidade de evitar acidentes, pois o morador dos bairros vizinhos tem solicitado. Outra indicação, a 048/2018 sugere que através da Secretaria de Meio Ambiente, seja realizada palestra acerca da limpeza e conservação do Residencial Newton Coelho. Segundo o vereador, devem ser realizadas campanhas e palestras no sentido de que os moradores do residencial Newton Coelho sejam conscientizados da importância da limpeza e conservação. Diney Noleto destacou a presença no aniversário de quatorze anos do assentamento agua amarela, ressaltando a importância do assentamento e das famílias que ali residem. Destacou ainda que em sua visita no residencial Newton Coelho, foi muito cobrado em relação à segurança onde a presença da polícia se faz necessária de forma mais efetiva.

 Já o vereador Amaral Vilar indicou ao executivo que seja realizada a pavimentação na rotatória do residencial Newton Coelho, bem como até a faculdade municipal. Ainda destacou a presença no vale do farinha, visitando a população sertaneja e ouvindo a população. Ele lembrou que existe a previsão da construção de seis poços artesianos na zona rural, pedindo ao presidente que envie ao executivo pedido de previsão da construção destes. Amaral Vilar disse que o prefeito de Estreito confirmou que a estrada no assentamento Braço Forte em breve vai receber obras do município. Ainda destacou uma carta que recebeu de moradores do residencial Newton Coelho, pedindo segurança e mais patrulhamento, solicitando que o trailer da PM seja colocado naquele local.

Manoelzinho do Didico iniciou falando sobre o aniversário de seu pai. Agradeceu a presença de todos que compareceram na ocasião, onde foi possível rever amigos e abraçar conhecidos. Manoelzinho do Didico afirmou ainda que a população sertaneja necessite em caráter de urgência dos poços, citando que em alguns locais a seca tem causado transtornos.

Glaudstone Fonseca destacou a insegurança que vive os moradores do residencial Newton Coelho I e II, além de outros bairros onde crimes estão ocorrendo à luz do dia.

 Helder Cerqueira destacou a eleição em curso, afirmando que os critérios de escolha devem ser os melhores possíveis, pensando em seu futuro. Helder disse que é necessário conhecer a fundo seu candidato, quais contribuições e ideias ele tem, quais as realizações estes têm ao longo de seu trabalho. O vereador destacou que é necessário saber de forma minuciosa quem é o candidato ao qual receberá aquele voto, assim sendo a nação melhor conduzida por estes que estarão nos representando. Tavanes disse, pedindo parte, que já foi tratado com o executivo a construção de um bueiro na estrada do assentamento Braço Forte, ação pela qual foi pedido urgência ao prefeito.

A vereadora Mariana usou a palavra para afirmar que esteve na zona rural, diagnosticando uma situação na região das areias preocupante em relação à manutenção das estradas. Afirmando que algumas regiões podem ficar isoladas diante do caos de alguns trechos, motivo pelo qual o executivo deveria priorizar as obras. Ela ainda falou sobre os poços, que segundo a vereadora em breve serão iniciados. Mariana conclamou a população, pedindo que todos fossem as urnas votar e que se informe sobre os candidatos que estão concorrendo, citando que constatou fatos graves como de pessoas que não estão sabendo sequer dos números dos candidatos. Ao final ela destacou a perda do Sr. Silvio, que faleceu de forma inesperada e triste, pedindo um minuto de silêncio em homenagem a ele e sua família.

O vereador Carlito da Linha usou a palavra para agradecer o convite feito pelo vereador Manoelzinho do Didico para o aniversário do seu pai, elogiando o trabalho do executivo na região da propriedade onde foi realizada a festa. Destacou que o executivo deve ter maior atenção com as estradas da zona rural, onde pode a qualquer momento ocorrer um acidente. O vereador cobrou ainda o início da construção dos poços artesianos, que pode amenizar a dificuldade do povo sertanejo diante a falta de água. Finalizou dizendo que a eleição é o momento de pensar e analisar para só depois votar, buscando assim o melhor para o Município, Estado e País.